quarta-feira, 29 de maio de 2013

Retiro da Escola Pio XII:- “Se creio, então existo” – O Educador e a mediação da fé!

Orientadora: Solange Maria Nogueira – Coord. SPE/Escola Pio XII/RJ

 ‘Coragem, tudo tem seu tempo estabelecido por Deus e agora é o tempo em que os bons devem  manter-se firmes”

(Bárbara Maix)


O Retiro dos Educadores da Escola Pio XII, realizado no último dia 18 de maio, no Instituto Imaculado Coração de Maria em São Cristóvão, registrou um momento raro e necessário de quem busca, pelos caminhos da religiosidade, a paz tão premente na facilitação do encontro consigo mesmo e, conseguentemente, com Deus.

Estávamos na primeira casa da Congregação e  a presença da História, propiciou o fazer memória. Saímos do “cronos” buscando penetrar no mistério do “kairós”.

No exercício do silêncio o encontro com o tempo interior.

O desafio consistia e consiste em nos tornarmos cada vez mais pessoa, não nos afastarmos da presença de Deus e nos religarmos ao irmão, à medida que nos ligamos ao tempo histórico, que é realização da humanidade.

Animados pela vida e obra da Fundadora, trabalhamos, cada um no seu passo, o perdão, a perseverança, a tolerância, o amor.
Na bagagem, a reflexão/ação. No coração, a fé e a esperança que move todo aquele que crê. No trabalho com crianças e jovens, a busca de uma relação e aprendizagem possíveis, pelos caminhos da construção do Reino.

Edith Land

Alguns depoimentos registrados na avaliação:


“Um dia de reflexão, encantamento, memória e aprendizagem...” Jaqueline Vicente

“É tão bom refletirmos sobre a Palavra de Deus e a vida de Bárbara Maix. Pois, assim consegui também refletir não somente na minha vida pessoal, como também a profissional. Gostei muito. Foi um ótimo aprendizado! E espero coloca-lo em prática.” “Hoje passei um dia de aprendizado e muita tranquilidade no coração, um dia de paz interior. (Horácio e Renata, pais de 3 alunos)

“Hoje o dia passou muito rápido...O nosso encontro foi maravilhosos!” (Proaª. Milene)

“O tempo do convívio, da troca, da partilha, foi cheio, pleno. Foi alegre, participativo. Muitas questões para serem pensadas, com ações para serem vividas e praticadas. Valeu muito!” (Sandra Lessa – Vice-diretora e Coord. Pedagógica)

 “O Retiro foi muito enriquecedor e reflexivo, aumentando minha fé e esperança!” (Profª. Graça)

“Por diversas vezes durante o dia vivenciei momentos de reflexão que me transportaram para situações profissionais e pessoais...quando necessário, buscar o caminho para mudanças. Obrigada! (Profª. Andréa)

“Um dia agradável, “leve”: Tempo de reflexão, parada, silêncio, oração, um RE-fazer-se, retomar a alegria de viver, na gratuidade,  no compromisso da fé.  Um  dia  de graça,  de convivência, partilha, de Kairos!” (Ir. Ires)

“Foi um dia de bastante reflexão e iluminação...rezamos, nos aproximamos uns dos outros. Pude conhecer um pouco mais sobre a vida de Bárbara...” (Profª. Daiane)

“Sinto a minha fé renovada e a certeza do amor de Deus... O legado de Bárbara está presente na prática diária da minha vida e na minha sala de aula – mostremos com exemplo aquilo que com palavras anunciamos!” (Profª. Walquíria)

“Encontro restaurador. Propiciou um momento de encontro comigo mesmo.” (João Carlos –Diretor)

Saiba Mais

Escola Pio XII
Rio de Janeiro - RJ

Colégio Puríssimo realiza coração de Nossa Senhora

No último dia 23/05, o Colégio Puríssimo realizou a Coroação de Nossa Senhora como parte da comemoração do mês de Maria e do aniversário de 104 anos do Colégio.

Nos últimos dois meses, alunos do 1º ao 8º ano participaram de vários ensaios de música e dança para que se realizasse uma festa à altura de Nossa Senhora.




Com a quadra poliesportiva tomada por pais, familiares e amigos, a celebração teve início com o canto de acolhida e a entrada das crianças. A passagem do andor comoveu os presentes, sinal da demonstração do amor que as pessoas nutrem por Maria.

O ápice foi o momento da coroação ao som de “coroamos oh, Mãe”, gesto que reconhece o título de Maria como Rainha do Céu e da Terra.

O Serviço de Pastoral agradece à Direção, Coordenação, aos professores, funcionários, pais e alunos, que participaram e contribuíram para a realização desse momento. Certamente, a presença e a participação de cada um serão retribuídas com as bênçãos de Maria, nossa Mãe.



 
 
 

Serviço de Pastoral Escolar
Colégio Puríssimo
Rio Claro - SP

Caixa de Poesias incentiva na criação de rimas

Lajeado – Juntar palavras e formar rimas. Este tem sido o verdadeiro encanto da turma 11 do 1º ano do Ensino Fundamental do Colégio Madre Bárbara. A Caixa de Poesias tem o objetivo de estimular à escrita e leitura dos alunos. A cada dia, um deles a leva para casa e junto com um dicionário ilustrado, precisam abrir na letra do nome e escolher uma palavra e um objeto que a simbolize. Após, devem criar uma rima, com a ajuda dos pais, para apresentar à turma.


A responsável pela criação da atividade, professora Adriana Pretto conta que o resultado tem sido muito positivo, no desenvolvimento da leitura e escrita. Conforme ela, no 1º ano se inicia a alfabetização na sala de aula, e a rima tem encantado e estimulado as crianças. “Damos enfoque para a consciência fonológica que são as rimas, então as palavras tem um som musicalizado e isso motiva as crianças fazendo com que elas aprendam de forma lúdica.”

Auxílio na alfabetização

A aluna Manoela Turra (6) levou a Caixa de Poesias para casa e trouxe a palavra “macaco” para a adivinhação dos colegas. “Dei dicas que era peludo e gostava de se pendurar em árvore.” Manoela aprendeu a ler e escrever brincando de escolinha com a irmã mais velha. “Sei escrever até o nome da Bárbara Maix, é muito legal estar lendo.”

Com a palavra macaco, a frase criada por Manoela tinha a rima: “Macaco manda em tudo, não manda em nada, macaco só manda na namorada.”

O colega Antônio Abreu (6) trouxe a palavra abelha para a sala de aula.
Ele conta que adora a atividade e adivinhar as palavras e as rimas. “Se pudesse levava de novo a Caixa de Poesias para casa.” Abreu já sabe escrever algumas palavras e a rima criada por ele é: “Escutei um zumbido, era uma abelha, era do céu, em um pote de mel.”


Saiba Mais:

Colégio Madre Bárbara
Lajeado - RS
Site: www.madrebarbara.com.br

sexta-feira, 24 de maio de 2013

Irmã Marlise Hendges fala sobre o Tráfico de Pessoas à Rádio Vaticano

Vaticano – Está em andamento, no Vaticano, a 20ª plenária do Pontifício Conselho da Pastoral para os Migrantes e os Itinerantes.

Na tarde desta quinta-feira, 23 de maio, se realizará uma sessão especial pelos 25 anos da criação deste Pontifício Conselho.

Participam dos debates, entre outros, um representantes do Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados e a coordenadora da Rede Internacional da Vida Consagrada contra o Tráfico de Pessoas, Ir. Estrella Castalone.

Sobre esta rede, conhecida como Talitha Kum, a Rádio Vaticano entrevistou a Ir. Marlise Hendges, Diretora Geral da Congregação das Irmãs do Imaculado Coração de Maria. Ouça: Clique Aqui



Texto proveniente da Rádio Vaticano

Coração Imaculado - A vida e obra de Bárbara Maix


quinta-feira, 23 de maio de 2013

No AM, nove suspeitos de exploração sexual indígena são presos pela PF

Após investigação iniciada no ano passado, a Polícia Federal no Amazonas prendeu nove pessoas suspeitas de abusar sexualmente de meninas indígenas em São Gabriel da Cachoeira, no município amazonense situado a 852 km de Manaus e na faixa de fronteira com a Colômbia. Políticos, empresários e comerciantes estão entre os suspeitos detidos na Operação Cunhantã, realizada na manhã desta quarta-feira (21). A ação contou com a participação da Força Áerea e do Exército Brasileiro.
Segundo Fábio Pessoa, delegado da Polícia Federal que comandou a operação, duas mulheres e sete homens foram presos, sendo que, entre os detidos, três são comerciantes de uma mesma família. As duas mulheres, de acordo com a PF, seriam as supostas aliciadoras das meninas indígenas.
Participaram da operação 45 pessoas, que saíram na manhã desta quarta de Manausem um avião da Força Aérea Brasileira para São Gabriel da Cachoeira. O Exército ajudou no deslocamento das equipes até os locais de cumprimento de mandados de prisão. Ao todo, foram expedidos 11 mandados, sendo quatro de prisão preventiva, seis de prisão temporária e ainda um de prisão coercitiva.
Os sete homens e duas mulheres presos estão sendo trazidos de São Gabriel da Cachoeira para Manaus em uma aeronave da Força Aérea e devem desembarcar ainda na tarde desta quarta na capital. “Eles serão ouvidos e depois serão encaminhados para presídios em Manaus”, informou o delegado da Polícia Federal.
A operação Cunhantã surgiu a partir de denúncias sobre a exploração sexual de menores indígenas na cidade. Inicialmente, havia uma suspeita da existência de uma rede de pedofilia, mas de acordo com as investigações da polícia, não há rede organizada.
O município, localizado na faixa de fronteira com a Colômbia, tem população de maioria indígena, composta por 23 etnias. As denúncias apontavam que os casos mais frequentes eram de exploração sexual de garotas indígenas na faixa etária entre 13 e 16 anos. Havia suspeita de que a virgindade das meninas era negociada em troca de bebidas alcoólicas ou pequenas quantias de dinheiro.  
Meninas indígenas foram vítimas de abuso sexual em São Gabriel da Cachoeira, no interior de Amazonas (Foto: Adneison Severiano/G1 AM)Meninas indígenas foram vítimas de abuso sexual em São Gabriel da Cachoeira, no interior de Amazonas (Foto: Adneison Severiano/G1 AM)
Ameaças
Por segurança, durante as investigações três irmãs vítimas dos abusos sexuais foram encaminhadas para o Programa de Proteção à Criança e ao Adolescente Ameaçado de Morte.
Ainda durante a investigação em dezembro de 2012, o G1 falou com uma representante da Fundação Nacional do Índio (Funai), que atua na coordenação regional Rio Negro – departamento responsável pelas ações voltadas às populações indígenas na região de São Gabriel da Cachoeira.
Temendo retaliações dos supostos autores dos abusos, a representante pediu para não ser identificada, mas revelou que as vítimas e suas respectivas estavam sendo ameaçadas de morte. As ameaças objetivavam evitar a colaboração com as investigações.
“Alguns órgãos não governamentais tomarão a frente para cobrar a investigação desses casos de exploração sexual de meninas indígenas, que ocorrem há muitos anos. É uma situação muito delicada porque envolve um compactuação de órgãos públicos e pessoas influentes no município. De fato as ameaças acontecem, nós sabemos. A Funai não tem missão de investigar, somente acompanhar. De maneira informal, tomamos conhecimento que os envolvidos ofereceram dinheiro as famílias das vítimas para retirarem as queixas registradas na polícia”, revelou a servidora da Funai ao G1.
Para a representante, as dificuldades logísticas e o isolamento da região colaboram para ocorrência desse tipo de abuso sexual envolvendo populações indígenas. De Manaus para são Gabriel da Cachoeira de transporte aquaviário são necessários três dias navegando de barco. “Moradores indígenas ou não do município ficam à mercê desse ciclo de poder”, enfatizou.

G1

quarta-feira, 22 de maio de 2013

TVCOM exibirá o História Extraordinárias


Na próxima quinta-feira,  dia 23 de maio, a TVCOM, reapresentará o programa “O Menino”, o milagre operado por Deus através da Bem-Aventurada Bárbara Maix.

A produção foi exibida pela RBSTV nos dias 11 e 18 de maio e será reapresentada pela TVCOM na data citada, às 15h30min. É uma nova oportunidade para que perdeu algum dos programas, ou mesmo deseja rever o programa “História Extraordinárias.

Intitulado de “O Menino”, o programa retratou a cura do menino Onorino Ecker, ocorrido em julho de 1949, em Santa Lúcia do Piaí, distrito de Caxias do Sul. Ele sofreu queimaduras de terceiro grau ao cair sobre uma fogueira. Devido a gravidade do ocorrido e a eminência de morte, a Bem-Aventurada Bárbara Maix foi invocada em oração. Em 15 dias, o menino saiu sem nenhuma marca ou seqüela, completamente curado.

Hoje, com 72 anos, Onorino recorda detalhes da história e, rodeado pela família, destaca a força da oração. A recordação o leva às lágrimas. Impossível também não se emocionar.


  • Acompanhe a íntegra do Segundo Programa. Clique Aqui

A série foi gravada no Rio Grande do Sul, em Santa Lúcia do Piaí, distrito de Caxias do Sul, e Porto Alegre; e em Santa Catarina, em São Lourenço do Oeste. Pesquisa e roteiro de Daniel Laimer e Luis Mário Fontoura, que também dirigiu os programas. Fotografia de Pablo Escajedo, arte de Pedro Karam e direção de produção de William Mayer. Coordenação de produção de Nice Sordi e direção geral de Gilberto Perin. Realização RBS TV.

Palestra aborda princípios técnicos para criação de telejornal

Lajeado – Depois de semanas de busca e aprendizagem no quesito telejornalismo, os alunos do Colégio Madre Bárbara que irão realizar um projeto na disciplina de geografia, participaram na manhã desta terça-feira (21) de uma palestra sobre os detalhes técnicos para a elaboração do trabalho. Coordenado pela professora Elisabete Beuren, este é o segundo ano em que ocorre a ação nas turmas de 1ºs e 2ºs anos do Ensino Médio.

Para o 2º ano, o assunto será temático. Os estudantes estão pesquisando informações sobre o agronegócio, valorizando o trabalho da terra e produção. “Eles já pesquisaram que o Brasil é um grande exportador de alimentos e produtor de matérias primas, e dentro desse trabalho eles fizeram um estudo da agricultura brasileira gaúcha e dados sobre Lajeado.”


Na disciplina de geografia, alunos do Ensino Médio estão elaborando um telejornal
A professora conta que as turmas chegaram à conclusão que o município tem uma grande dependência do setor primário nas indústrias e o próprio comércio gira em torno desse setor. “Saímos a campo para que eles tivessem essa convivência e pudessem entrar no trabalho de jornalista, fora do ambiente escolar para buscar o envolvimento com o projeto.”

Entre as turmas do 2º ano, serão cinco telejornais e mais um curta-metragem, já que um dos grupos possui parentes na família Degasperi.
Segundo a professora, a proposta foi muito bem aceita e a ideia é provocá-los para que utilizem a mídia e produzam algo próprio.

O estudante Leandro Peixoto (15) está no grupo do curta e destaca que a história é muito interessante, contando o início da história da produção agrícola. “Dois colegas são netos da família, então vamos para Picada Serra e a equipe está pensando em atuar contando a trajetória deles.” O grupo está organizando os personagens, roteiro e figurino para elaboração do curta-metragem.

Já Luana Rodighero (16) irá realizar junto ao seu grupo um telejornal com base nas notícias sobre agropecuária com foco nas plantações e pequenos negócios. “Queremos realizar um trabalho melhor que o ano passado, na palestra pudemos aprender coisas diferentes, e estamos pensando nas imagens e entrevistas.” Luana admite que é tímida e não gosta de aparecer, por isso pretende ficar na produção ou entrevistas.

A  palestra


Na manhã desta terça-feira, alunos participaram de palestra para saber dados técnicos para a elaboração de um telejornal
 O palestrante convidado a tirar as dúvidas dos alunos e conversar sobre detalhes técnicos do telejornalismo foi o editor-chefe do jornal da TV Univates, Marcus Staudt, que abordou questões de produção, enquadramentos, áudio e captação de imagens para a realização de um trabalho de qualidade.

“É um tema que muitos deles ou a grande maioria não está preparado, por isso é importante uma pré-produção para que os alunos leiam e saibam mais sobre o assunto. A função dos alunos vai ser justamente tentar explicar como funciona a agricultura e confirmar os fatos com os personagens que serão entrevistados.”

Elisabete salienta que seu objetivo como professora é que os alunos trabalhem a informação e se apropriem dela, o que vai tornar esse momento inesquecível. “A minha área é a geografia e para ensinar a elaborar um telejornal existem profissionais como o Marcus que trazem de maneira bem pontual e específica as questões técnicas.”





Quem conversou com os alunos sobre a realização do telejornal, foi o editor-chefe do jornal da TV Univates, Marcus Staudt

Conforme a professora, mesmo que vejam exemplos de programas, precisam de uma aula técnica que contribui para que o trabalho tenha mais credibilidade e visibilidade.

Os 1ºs anos estarão trabalhando assuntos da atualidade como crises da Europa, eleições do Papa, morte de Margaret Thatcher e suas repercussões, entre outros. Os trabalhos devem ser entregues e apresentados até o fim de julho.


Renata Leal

Saiba Mais

Colégio Madre Bárbara
Lajeado - RS

segunda-feira, 20 de maio de 2013

Milagre de Bárbara Maix emociona durante exibição do programa “Histórias Extraordinárias”

 
O milagre operado por Deus, através da Bem-Aventurada Bárbara Maix, na cura milagrosa do menino Onorino Ecker, ocorrida em 1949, emocionou aos telespectadores da RBSTV no Rio Grande do Sul quando exibiu  no sábado, dia 18 de maio, o segundo programa “História Extraordinárias”.
  • Acompanhe a íntegra do Segundo Programa. Clique Aqui

Intitulado de “O Menino”, o programa retratou a cura do menino Onorino Ecker, ocorrido em julho de 1949, em Santa Lúcia do Piaí, distrito de Caxias do Sul. Ele sofreu queimaduras de terceiro grau ao cair sobre uma fogueira. Devido a gravidade do ocorrido e a eminência de morte, a Bem-Aventurada Bárbara Maix foi invocada em oração. Em 15 dias, o menino saiu sem nenhuma marca ou seqüela, completamente curado.

Hoje, com 72 anos, Onorino recorda detalhes da história e, rodeado pela família, destaca a força da oração. A recordação o leva às lágrimas. Impossível também não se emocionar.
A série foi gravada no Rio Grande do Sul, em Santa Lúcia do Piaí, distrito de Caxias do Sul, e Porto Alegre; e em Santa Catarina, em São Lourenço do Oeste. Pesquisa e roteiro de Daniel Laimer e Luis Mário Fontoura, que também dirigiu os programas. Fotografia de Pablo Escajedo, arte de Pedro Karam e direção de produção de William Mayer. Coordenação de produção de Nice Sordi e direção geral de Gilberto Perin. Realização RBS TV.
  • Acompanhe a íntegra do Segundo Programa. Clique Aqui
Veja ainda:

Assista a íntegra do Primeiro Programa. Clique Aqui

sexta-feira, 17 de maio de 2013

Dia Nacional de combate ao abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes



No Brasil, o dia 18 de maio é o Dia Nacional de combate ao abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes. Este crime é uma das piores e mais perversas formas de violação aos Direitos Humanos. É uma causa a ser assumida com afinco pelas esferas de governo e pela sociedade civil organizada.

Tendo como ação comum da defesa e promoção da vida, sobretudo de crianças, adolescentes e mulheres, a Congregação das Irmãs do Imaculado Coração de Maria é parceira desta luta. Nossas obras, espaços de missão e de inserção engrossam e fortalecem a luta pela dignidade de nossas crianças e adolescentes.

Irmãs, alunos/as, pais, colaboradores/as, leigos/as e agentes pastorais podem, na vivência do Carisma ICM, fortalecer o combate à exploração sexual de crianças e adolescentes com a DENÚNCIA e com o TRABALHO PREVENTIVO. É preciso apoiar os conselhos tutelares, levar este tema às reuniões de associações, nas rodas de conversa, na convivência comunitária, na internet, nas REDES SOCIAIS, dentre outras formas.

Intensifiquemos a divulgação do “DISQUE 100”. Por meio deste telefone, qualquer pessoa pode denunciar violências, colher informações acerca do paradeiro de crianças e adolescentes desaparecidos, tráfico de pessoas – independentemente da idade da vítima – e obter informações sobre os Conselhos Tutelares. O serviço funciona diariamente de 8h às 22h, inclusive nos finais de semana e feriados. As denúncias recebidas são analisadas. A identidade do denunciante é mantida em absoluto sigilo.

Irmãs do Imaculado Coração de Maria
Solidárias na Defesa e Promoção da Vida, em fidelidade ao Reino de Deus



Filha de homem agraciado por milagre fala sobre Madre Barbara



A trajetória de Bárbara Maix será contada neste sábado (18) no curta “O Menino”. Exibido pelo Curtas Gaúchos na RBS TV, o público poderá conhecer como ocorreu o milagre atribuído à Madre. Em 1940, Onorino Ecker, ainda criança, sobreviveu a um acidente onde sofreu queimaduras de terceiro grau. Atualmente, o gaúcho está com 72 anos e mora com sua família em São Lourenço do Oeste, em Santa Catarina.

A filha do homem, Ana Maria, conversou com o Curtas Gaúchos e revelou a emoção de assistir a história do pai:

- Madre Bárbara Maix é que dá força para nossa família continuar sempre – disse.

No último fim de semana, durante a estreia da série, a família de Onorino se reuniu para assistir ao pai na televisão. Segundo Ana Maria, ele ficou bastante comovido. Durante a beatificação da Madre, em 2010, os Ecker conheceram as irmãs da Congregação do Imaculado Coração de Maria, fundada pela Madre Barbara em 1849.

- Eu nunca imaginava passar por isso. É um presente enorme para a nossa família. Além do milagre que salvou meu pai, a gente poder continuar levando a fé para outras pessoas. Me sinto realizada – afirma Ana Maria.

O documentário inédito vai ao ar no próximo sábado. Ao lado da família, Onorino dá um depoimento emocionado relembrando a recuperação do acidente em apenas 15 dias, que não deixou nenhuma sequela no corpo.

A história da Beata Bárbara Maix tem pesquisa e roteiro de Daniel Laimer e Luis Mário Fontoura, que também dirigiu o programa. Trilha sonora original de Jean Presser. Fotografia de Pablo Escajedo, arte de Pedro Karam e direção de produção de William Mayer. Coordenação de produção de Nice Sordi e direção geral de Gilberto Perin. Realização RBS TV.

Siga o twitter @curtasgauchos e curta a página facebook.com/curtasgauchosrbstv

RBSTV

Campanha contra o Tráfico de Pessoas

Nota da CNBB sobre a redução da maioridade penal


"Bem-aventurados os que promovem a paz, porque serão chamados filhos de Deus” (Mt 5,9)

O debate sobre a redução da maioridade penal, colocado em evidência mais uma vez pela comoção provocada por crimes bárbaros cometidos por adolescentes, conclama-nos a uma profunda reflexão sobre nossa responsabilidade no combate à violência, na promoção da cultura da vida e da paz e no cuidado e proteção das novas gerações de nosso país.

A delinquência juvenil é, antes de tudo, um aviso de que o Estado, a Sociedade e a Família não têm cumprido adequadamente seu dever de assegurar, com absoluta prioridade, os direitos da criança e do adolescente, conforme estabelece o artigo 227 da Constituição Federal. Criminalizar o adolescente com penalidades no âmbito carcerário seria maquiar a verdadeira causa do problema, desviando a atenção com respostas simplórias, inconsequentes e desastrosas para a sociedade.
 
A campanha sistemática de vários meios de comunicação a favor da redução da maioridade penal violenta a imagem dos adolescentes esquecendo-se de que eles são também vítimas da realidade injusta em que vivem. Eles não são os principais responsáveis pelo aumento da violência que nos assusta a todos, especialmente pelos crimes de homicídio. De acordo com a ONG Conectas Direitos Humanos, a maioria dos adolescentes internados na Fundação Casa, em São Paulo, foi detida por roubo (44,1%) e tráfico de drogas (41,8%). Já o crime de latrocínio atinge 0,9% e o de homicídio, 0,6%. É, portanto, imoral querer induzir a sociedade a olhar para o adolescente como se fosse o principal responsável pela onda de violência no país.

O Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), ao contrário do que se propaga injustamente, é exigente com o adolescente em conflito com a lei e não compactua com a impunidade. Ele reconhece a responsabilização do adolescente autor de ato infracional, mas acredita na sua recuperação, por isso propõe a aplicação das medidas socioeducativas que valorizam a pessoa e lhe favoreçam condições de autossuperação para retornar a sua vida normal na sociedade. À sociedade cabe exigir do Estado não só a efetiva implementação das medidas socioeducativas, mas também o investimento para uma educação de qualidade, além de políticas públicas que eliminem as desigualdades sociais. Junta-se a isto a necessidade de se combater corajosamente a praga das drogas e da complexa estrutura que a sustenta, causadora de inúmeras situações que levam os adolescentes à violência.

Adotada em 42 países de 54 pesquisados pela UNICEF, a maioridade penal aos 18 anos “decorre das recomendações internacionais que sugerem a existência de um sistema de justiça especializado para julgar, processar e responsabilizar autores de delitos abaixo dos 18 anos” (UNICEF). Reduzi-la seria “ignorar o contexto da cláusula pétrea constitucional – Constituição Federal, art. 228 –, além de confrontar a Convenção dos Direitos da Criança e do Adolescente, as regras Mínimas de Beijing, as Diretrizes para Prevenção da Delinquência Juvenil, as Regras Mínimas para Proteção dos Menores Privados de Liberdade (Regras de Riad), o Pacto de San José da Costa Rica e o Estatuto da Criança e do Adolescente” (cf. Declaração da CNBB contra a redução da maioridade penal – 24.04.2009).

O Conselho Episcopal Pastoral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), reunido em Brasília, nos dias 14 a 16 de maio, reafirma que a redução da maioridade não é a solução para o fim da violência. Ela é a negação da Doutrina da Proteção Integral que fundamenta o tratamento jurídico dispensado às crianças e adolescentes pelo Direito Brasileiro. A Igreja no Brasil continua acreditando na capacidade de regeneração do adolescente quando favorecido em seus direitos básicos e pelas oportunidades de formação integral nos valores que dignificam o ser humano.

Não nos cansemos de combater a violência que é contrária ao Reino de Deus; ela “nunca está a serviço da humanidade, mas a desumaniza”, como nos recordava o papa Bento XVI (Angelus, 11 de março de 2012). Deus nos conceda a todos um coração materno que pulse com misericórdia e responsabilidade pela pessoa violentada em sua adolescência. Nossa Senhora Aparecida proteja nossos adolescentes e nos auxilie na defesa da família.


Brasília, 16 de maio de 2013


Dom José Belisário da Silva
Arcebispo de São Luís do Maranhão
Presidente da CNBB em exercício

Dom Sergio Arthur Braschi
Bispo de Ponta Grossa
Vice-Presidente da CNBB em exercício

Dom Leonardo Ulrich Steiner
Bispo Auxiliar de Brasília
Secretário Geral da CNBB

quinta-feira, 16 de maio de 2013

No sábado (18): milagre da Beata Bárbara Maix salva vida de menino


A comprovação da cura de Onorino Ecker tornou possível a beatificação, em 2010, da Irmã Bárbara Maix, fundadora da Congregação do Imaculado Coração de Maria.  Em 1944, em Santa Lúcia do Piaí, distrito de Caxias do Sul, o menino de quatro anos brincava ao redor de uma fogueira quando sofreu queimaduras de terceiro grau em todo o corpo. O médico achou que ele não sobreviveria. A irmã Dulcídia Granzotto iniciou uma novena invocando a intercessão da Beata Bárbara Maix. 

“O Menino”, de Histórias Extraordinárias – Exibição Especial, conta toda a história da criança e reencontra Onorino Ecker, hoje com 72 anos, vivendo em Santa Catarina. O documentário inédito vai ao ar no próximo sábado (18). Junto com sua família, ele dá um depoimento emocionado relembrando como aconteceu a sua recuperação em 15 dias, não deixando, praticamente, nenhuma sequela em seu corpo.

A história da Beata Bárbara Maix tem pesquisa e roteiro de Daniel Laimer e Luis Mário Fontoura, que também dirigiu o programa. Trilha sonora original de Jean Presser. Fotografia de Pablo Escajedo, arte de Pedro Karam e direção de produção de William Mayer. Coordenação de produção de Nice Sordi e direção geral de Gilberto Perin. Realização RBS TV.

Não perca! Curtas Gaúchos apresenta “O Menino” no próximo sábado (18), logo após o Jornal do Almoço.
Siga o twitter @curtasgauchos e curta a página facebook.com/curtasgauchosrbstv


RBSTV

Festa na província de Santa Maria


Festa na província de Santa Maria
Dia 19 de maio de 2013 – pentecostes


São Lucas, no livro Atos dos Apóstolos, mostra que no dia de Pentecostes, e Espírito Santo inaugurou a nova humanidade (At 2,4.33;3,41). A partir deste momento é o Espírito de Jesus Ressuscitado que vai animar a vida e a história dos cristãos. A vida no Espírito era a característica principal da caminhada das primeiras comunidades. (cf Seguir Jesus, CLAR vol. 3 p. 25)

Saudamos a cada Irmã e a todas as pessoas que caminham conosco e nos deixamos guiar pelo Espírito Santo, padroeiro de nossa Província. Jesus diz que Ele é como o vento, presente em tudo e que ninguém o controla e ou aprisiona. É o Vento Santo que sopra forte e nos conduz em direção à justiça e à promoção da vida.  Com Ele, busquemos o novo jeito de ser e de viver ensinado por Jesus de Nazaré.



Com gratidão felicitamos e abraçamos a todos e a todas.
Irmã Maria Helenita Sperotto
Pelo Conselho Provincial

Saiba Mais:


Província de Santa Maria sob a Proteção do Espírito Santo
Rio Grande do Sul
Países: Venezuela, Bolívia, Argentina e Haiti



quarta-feira, 15 de maio de 2013

Missa e Jantar de Dia das Mães emocionam famílias



Lajeado/RS – Uma noite para ficar na memória e unir famílias. O Jantar das Mães ocorreu no sábado (10) no Ginásio do Colégio Madre Bárbara. O evento contou com a presença de aproximadamente 700 pessoas, entre crianças e adultos, com o objetivo de socializar e integrar as famílias de alunos, professores e funcionários.

A diretora Maria Elena Jacques conta que a festa das mães é o reencontro da família Madre Bárbara, que tem a ação como uma das grandes referências de celebração, contando com a participação de homenagens da Educação Infantil até o 5º ano do Ensino Fundamental. “Os pais curtem e acompanham, e o que mais nos emociona é a postura e o envolvimento dos alunos.” A diretora destaca que os alunos vibram com a caminhada e admiram o momento religioso, trazendo os pais para a igreja.

Maria Elena observa que a parceria fez com que o resultado fosse positivo.


Funcionários e pais voluntários, a Associação de Pais e Mestres (APM) e o Grêmio Estudantil (GEMBAR) que teve sua primeira ação quando o grupo se empenhou para ajudar e ainda realizou uma homenagem com apresentação de música. “Só posso agradecer a esses momentos maravilhosos que podemos viver junto à comunidade escolar, com muito trabalho baseado em nossa missão.”

O presidente da APM, Lucas Henz, define o jantar do dia das mães como um evento tradicional do CMB, e para que tudo ocorresse da melhor maneira a Associação começou a organizar a festa com um mês de antecedência. “Este evento proporcionou uma integração entre pais, alunos, professores, direção e comunidade, onde todos puderam prestigiar uma belíssima missa com apresentações de alunos e um delicioso jantar seguido de buffet de sobremesa.” O presidente agradece a equipe que colaborou para que este evento fosse um sucesso.

Como presidente do GEMBAR, Letícia Bruxel conta que essa foi a primeira ação concretizada e o Grêmio teve um bom aproveitamento.  “Nos esforçamos bastante e deu para termos uma ideia de que não será fácil, mas estamos unidos, agora aguardando a Gincana e a festa de São João.”

A funcionária responsável pela portaria, Luciana Schneider, também mãe de aluna da Educação Infantil, participou pela primeira vez da janta e diz que a integração com os pais foi ótima. “Na correria diária a gente não pode sentar e conversar, então deu para aproveitar, tivemos uma boa recepção com muito carinho.” Emocionada com as homenagens da filha, Luciana conta que chorou muito. “Não sabia se batia foto ou chorava, até mesmo as crianças estavam chorando.”

Missa antecipou jantar

Antes do Jantar, as famílias foram à Igreja Matriz Santo Inácio de Loyola em Lajeado, para uma Missa Especial de Dia das Mães. No local, a Missa preparada pela Comunidade Madre Bárbara além da benção e orações do Padre Antônio Puhl, contou com uma homenagem especial realizada pelos alunos e comandada pelo professor Ricardo Petter e a professora da língua inglesa Simone Elisa Faleiro, que ensinou aos alunos a letra de uma música em inglês.

Conforme Irmã Irís Borges, a igreja estava lotada para a Missa especial e contou com muita emoção, além da participação dos alunos que emocionaram os familiares com as homenagens.

O professor de música responsável pela homenagem, Ricardo Petter acredita que a importância é dar sentido a essa data no contexto escolar incentivando as celebrações que priorizam a integração e revelam a valorização dos costumes e tradição da comunidade. “A música deve contribuir para dar sentido a esses momentos e, aproveitando o contexto e o imaginário presente nessas datas, gosto de desenvolver diferentes linguagens e situações de aprendizagem.” Petter acrescenta que essas situações de aprendizagem devem colaborar para que as crianças compreendam a música como algo significativo em sua vida, sendo uma forma de interpretação do mundo e de expressão de valores. A música cantada pelos alunos foi Rock'n'roll lullaby.

A professora e mãe da Ana Júlia do 1º ano do Ensino Fundamental, Kelly Dal Piva afirma que toda a missa foi emocionante e que incentivar as crianças desde pequenas a aprender mais sobre a religiosidade, é fundamental e se perde muito diariamente.  “É bom começar nessa fase que eles são bem pequenos, acaba fazendo com que nos motivemos para a religião, quando elas cantam ou rezam, nos contagiam.”

A coordenadora pedagógica do CMB, Vanessa Ely Delving como faz tradicionalmente todos os anos, levou toda a família para a Missa e Jantar. Para antecipar o Dia das Mães, levou o marido e os filhos, a mãe, o irmão e cunhada e mais os sobrinhos. “Emocionei-me como sempre, esse ano foi o último de apresentações da minha filha, então fiquei ainda mais sensibilizada.” Feliz, a mãe de Vanessa que sempre a acompanha nas confraternizações, dessa vez conseguiu um lugar bem na frente na igreja, o que a fez acompanhar todas as homenagens dos netos ainda mais de perto.

 
 

Saiba Mais:

Colégio Madre Bárbara 
Lajeado - RS

terça-feira, 14 de maio de 2013

Vaticano responde saudação das Irmãs ICM e Papa Francisco concede "Bênção Apostólica"

O Vaticano respondeu a saudação feita pelas Irmãs do Imaculado Coração de Maria, por ocasião da eleição do Santo Padre, Papa Francisco.

Carta assinada pelo Monsenhor Peter B. Wells informa que o Santo Padre acolheu com alegria a mensagem enviada pela Diretora Geral, Irmã Marlise Hendges, ao mesmo tempo em que concede a ‘implorada Bênção Apostólica’. 

Clique na imagem para ampliar:

Colégio Puríssimo participa do Encontro de Jovens das Escolas Católicas de São Paulo

 

No Sábado, dia 04 de maio, no Colégio Marista Arquidiocesano, ocorreu o Encontro de Jovens das Escolas Católicas do Estado de São Paulo, evento promovido pela ANEC (Associação Nacional de Escolas Católicas). O objetivo foi o de promover a preparação para a Jornada Mundial da Juventude, que ocorrerá em julho na cidade do Rio de Janeiro.

O Colégio Puríssimo, da cidade de Rio Claro, participou do encontro. Professor e alunos marcaram presença no evento. O encontro teve início com a acolhida, música, apresentação das escolas participantes e bate-papo entre os alunos. Na sequência, ocorreram oficinas de danças, discussão da relação pais e filhos, drogas e debate sobre a redução da maioridade penal.

O encerramento deu-se no período da tarde com a celebração eucarística presidida pelo cardeal Dom Odilio Shcerer, arcebispo de São Paulo, que destacou a importância da Jornada Mundial da Juventude e a efetiva presença do jovem na sociedade.

 
 
 
 
 
 
 

Saiba Mais:

Colégio Puríssimo
Rio Claro – RS

Parabéns COLÉGIO MÃE DE DEUS, pelos 109 anos de tua existência

Vivemos uma semana intensa de celebração da vida e de partilha de saberes, conhecimentos, sentimentos e emoções em homenagem aos 109 anos do colégio Mãe de Deus.

A semana iniciou o hino do Colégio entoado por toda comunidade e a apresentação das poesias escritas pelos educandos do 7ª série do Ensino Fundamental ao Ensino Médio. Seguiram-se atividades das caixas surpresas de presentes ao Mãe de Deus, feita pelos alunos do 5º ano do Ensino Fundamental; as oficinas de reflexão sobre  o respeito a diversidade, pelo grupo de jovens juntamente com a equipe de pastoral escolar; a exposição de cartazes convidando os alunos e a comunidade escolar a deixarem suas mensagens demonstrando os sentimentos e inspirações a respeito do Colégio; mostras de desenhos da releitura dos espaços da escola e recital, em homenagem as mães, feitos pelos alunos da educação infantil e apresentação artística do coral no saguão do colégio.
Realizou-se também a feira das profissões que reuniu diversas instituições de Ensino Superior, Ensino Técnico e estágios, de Porto Alegre e região metropolitana, com a apresentação na banca de informação profissional de cursos, características das profissões, perfil profissional, campo de atuação e mercado de trabalho, oportunidade de estágios e intercâmbios nacionais e internacionais. Foram realizadas palestras em diversas temáticas, como: Orientação e carreira; o comportamento empreendedor para o sucesso acadêmico e profissional; Orientações sobre o despertar de habilidades e competências e oficinas profissionais e de planejamento da carreira profissional. Atividades estas que tornaram a semana mais rica em conhecimentos de modo a oportunizar a orientação ao discernimento e escolha profissional.

A semana de comemorações culminou com o canto do parabéns, de mil vozes, e  um  lanche coletivo no pátio do Colégio. E, finalmente, com a celebração eucarística em homenagem as mães.

As comemorações tentaram chegar a altura de um colégio tão renomado, pois, afinal,  são 109 anos educando centenas de crianças, adolescentes e jovens que buscam respostas para suas interrogações existenciais, conhecimento e competência para os desafios da vida e do mundo, motivação para cultivar a fé, coragem para viver a fraternidade, a justiça, a solidariedade, a partilha e tantos outros valores que o Evangelho propõe.

É uma escola que busca motivar os seus educandos a fazer a leitura do presente, apropriando-se dos saberes construídos historicamente e das descobertas científicas e tecnológicas de modo a compreender essa realidade e desafiá-los a projetar um novo futuro, usufruindo e transformando a realidade, a serviço do bem comum  e vivenciando os valores de solidariedade, justiça ética, respeito e cuidado com a vida de todos fortalecendo os valores evangélicos aqui experienciados.

É uma escola que propõe aos seus educadores o aperfeiçoamento profissional contínuo, pois acredita no conhecimento como um processo de estabelecer relações, constituindo-se um desafio constante a ser perseguido e um pensar problematizador sobre verdades inconclusas, que  abre sempre novas oportunidades para ampliar os horizontes do ato de ensinar e de aprender.

Por isso, temos orgulho em expressar nossos Parabéns a direção, a equipe técnica de serviços e a todos os educadores, dos diferentes setores que compõe esta escola, pelo trabalho, pelas conquistas realizadas e por esta semana intensa de alegrias vivenciadas. 





Salete Salvalaggio
Coordenadora Pedagógica



Saiba Mais:

Colégio Mãe de Deus
Porto Alegre - RS
Site: www.colegiomaededeus.com.br

segunda-feira, 13 de maio de 2013

Assista a íntegra do programa: Bárbara Maix no “História Extraordinárias”

Com 11 minutos de duração, a RBS TV Rio Grande do Sul, apresentou no programa “História Extraordinárias”, a trajetória da Bem-Aventurada Bárbara Maix, fundadora da Congregação das Irmãs do Imaculado Coração de Maria. No próximo sábado (18), a emissora gaúcha exibirá mais um programa.

A primeira parte do programa foi exibido no início da tarde do sábado, dia 11, e mostrou os caminhos que trouxeram Bárbara Maix para o Brasil, a fama de santidade e o milagre que beatificou a fundadora das Irmãs ICM.

“Sem dúvidas, a beatificação de Bárbara Maix é um fomento para a fé cristã”, destacou o padre Eduardo Santos durante o programa.

Já a Irmã Gentila Richetti enfatizou: “Com a Beatificação de Bárbara, a nossa Congregação se volta de novo para ela. E somos chamadas a levar adiante esta obra que nos  foi confiada. A grande herança que Barbara nos deixou foi o perdão e a Congregação está hoje realizando sua missão”

A exibição do programa gerou comentários nas redes sociais:
“Emocionante! Mas o que sempre me toca é que, a história de Bárbara Maix se reflete nos dias de hoje. Mesmo perdendo pais, irmãs, estando sozinha, poderia ter caído em um caminho errado, mas não. Mesmo perdendo tudo, nunca perdeu a fé. Assim deveríamos ser. Mesmo na adversidade, seguir em frente, com fé para  encontrar o caminho certo”
Alberto  Godinho, via facebook
“Como devota fiel de Bárbara Maix, estou muito emocionada... Difícil conter as lágrimas. Ela sempre está comigo em todos os momentos. Minha vida é outra depois da minha devoção a ela...Bem-Aventurada Bárbara Maix, rogai por nós”
Fabiane Schmitt, via facebook

No próximo sábado, dia 18, será exibido o último programa que contará, com detalhes, o milagre: a cura do menino Onorino Ecker. Não perca! Às 12h30min, na RBSTV.

Histórias Extraordinárias -  A série foi gravada no Rio Grande do Sul, em Santa Lúcia do Piaí, distrito de Caxias do Sul, e Porto Alegre; e em Santa Catarina, em São Lourenço do Oeste. Pesquisa e roteiro de Daniel Laimer e Luis Mário Fontoura, que também dirigiu os programas. Fotografia de Pablo Escajedo, arte de Pedro Karam e direção de produção de William Mayer. Coordenação de produção de Nice Sordi e direção geral de Gilberto Perin. Realização RBS TV.