quinta-feira, 31 de julho de 2014

"Peguei o santinho de Bárbara Maix e pedi com muita fé"


“Meu esposo estava desempregado, sem saber o que fazer. Então, entrei no quarto, chorando, peguei o santinho de Bárbara Maix e pedi com muita fé por ele. Com intercessão de Bárbara junto de Deus, deu certo. Ele conseguiu emprego” Do livro: (“Pediram e alcançaram” -  C. F. Mello – Jaguari/RS)

“Quero  registrar que solicitei auxilio à Madre Bárbara para conseguir um emprego. Incrivelmente, obtive-o  no dia seguinte. Ela me abençoou com sua bondade e hoje agradeço profundamente por se fazer presente em nossa vida. Prometo divulgar seu nome a muitas pessoas” Do livro: (“Pediram e alcançaram” -  V. C. Carvalho – Canoas/RS)
Você também precisa de uma graça?
Vamos rezar um pouco??


Oração a Bem-Aventurada Bárbara Maix

Deus, Pai de bondade e misericórdia, que escolhestes BÁRBARA MAIX para cumprir sempre e em tudo a Vossa Vontade, especialmente junto aos mais necessitados, concedei-nos, Vós que conheceis nossas esperanças e sofrimentos, a GRAÇA de que tanto precisamos... (pedido)

Pedimos também por intermédio do Imaculado Coração de Maria a CANONIZAÇÃO de Vossa fiel serva a Bem- Aventurada Bárbara Maix.

Pai Nosso, Ave Maria, Glória ao Pai.

Imaculado Coração de Maria, rogai por nós!
Bem- Aventurada Bárbara Maix, rogai por nós.


Se receber graça por intercessão da Bem-Aventurada Bárbara Maix, comunique:

Sede Geral
Rua Ramiro Barcelos, 1001
Bairro Independência
CEP: 90035-005 – Porto Alegre/RS

quarta-feira, 30 de julho de 2014

Instituições unem-se em mobilização contra o Tráfico de Pessoas

Celebra-se nesta quarta-feira, 30 de julho, Dia Mundial de Enfrentamento do Tráfico de Pessoas, convocado pela primeira vez pela Organização das Nações Unidas (ONU).



Por ocasião desta data, realiza-se no Brasil a Semana Nacional de Mobilização pelo Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas, com ações de visibilidade para o alerta contra o crime.
 Apontado pelo Escritório da ONU sobre Drogas e Crime (UNODC) como uma das atividades criminosas mais lucrativas do mundo, o tráfico de pessoas atinge cerca de 2,5 milhões de vítimas.



Há algum tempo, a CNBB também se preocupa com o assunto, que este ano, inclusive, foi tema da Campanha da Fraternidade. O Presidente da Comissão Episcopal Pastoral para o Serviço da Caridade, da Justiça e da Paz, Dom Guilherme Werlang, Bispo de Ipameri (GO), acredita que a ação da ONU é uma oportunidade para a continuação do debate levantado pela Campanha da Fraternidade.



“A ONU vem ao encontro do que a CNBB vem discutindo ao longo de muitos anos e que teve seu ponto mais alto na última Campanha da Fraternidade. Esperamos que as dioceses levem adiante outras iniciativas para combater esse crime”, disse ele, que pede que as pastorais continuem o trabalho de conscientização da população, para que não embarquem nas promessas fáceis que podem ser armadilhas para o tráfico de pessoas, de órgãos ou trabalho escravo.



A mobilização ocorre simultaneamente com a campanha Coração Azul, iniciativa do UNODC e do Ministério da Justiça.



Também a Rede Intercongregacional Um Grito Pela Vida soma com esta convocação.



No Rio de Janeiro, o Cristo Redentor foi iluminado de azul na noite de segunda-feira. Após um ato celebrado pelo Arcebispo da cidade, Card. Orani Tempesta, o Ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, e o representante do UNODC no Brasil, Rafael Franzini, apresentaram um novo relatório com dados inéditos sobre o crime no país.



Para demonstrar apoio às vítimas e promover a conscientização sobre o crime no 1º Dia Mundial contra o Tráfico de Pessoas, a campanha está convocando pessoas do mundo inteiro a postar uma foto nas redes sociais fazendo um coração com as mãos e a usar as hashtags #igivehope e #coraçãoazul.



Rádio Vaticano

Dia Mundial de Enfrentamento do Tráfico de Pessoas

30  DE JULHO: Dia Mundial de Enfrentamento do Tráfico de Pessoas, convocado pela primeira vez pela Organização das Nações Unidas.

segunda-feira, 28 de julho de 2014

Colégio Mãe de Deus celebra o projeto aluno “A” : uma iniciativa que deu certo!

Escola, é...o lugar onde se faz amigos,
não se trata só de prédios, salas, quadros,
programas, horários, conceitos...
escola é, sobretudo, gente, gente que trabalha, que estuda, que se alegra, se conhece, se estima.
o diretor é gente,
o coordenador é gente, o professor é gente,
o aluno é gente ...
(Paulo Freire)

O “PROJETO ALUNO A” é um excelente projeto do Colégio Mãe de Deus que se tornou vitorioso pela publicidade boca a boca dos próprios alunos. A importância do aprender mais, o interesse e principalmente a postura do aluno de querer estudar com mérito é que foi motivador para este projeto ser implantado em 2014 em nossa Escola.

Inicialmente, quando pensamos no Projeto aluno A, tínhamos a certeza de tratar-se de um projeto diferenciado que valorizaria os alunos, com desempenhos de excelência, estimulando seus esforços individuais. Com isso, começamos a entender e a refletir mais nas histórias individuais dos alunos que se destacam em todas as áreas.

Para sermos justos e valorizarmos o desempenho de excelência, nesse novo projeto, selecionamos os alunos do Ensino Médio com conceito A ou B, independente de sua série, durante o ano de 2013, com direito a renovação dos escolhidos ao longo de 2014 a partir dos resultados dos desempenhos trimestrais, o crescimento e o progresso nos estudos.

Os encontros semanais concretizaram conteúdos que estimularam o interesse e a curiosidade dos demais alunos da escola, permitindo aos mais ousados pedidos de “participante visitante”, proporcionando certa competição para alcançar desempenho semelhante e conquistar também sua oportunidade de participar do projeto.

A aceitação do projeto permitiu concluir que não devemos desperdiçar esses talentos do Colégio Mãe de Deus. Isso não seria justo e nem inteligente. O aluno comprometido com o saber, criativo, autônomo e diferenciado será um profissional de um futuro Brasil melhor aproveitado. As melhores oportunidades estão abertas para as pessoas com maior capacidade de interação, com sabedoria em lidar com diferentes situações e competentes para resolver problemas da sua área de conhecimento.

A missão de potencializar o melhor estudo, os melhores ambientes favorecendo e estimulando o interesse e a participação de cada aluno pelo ato de aprender desenvolvendo posturas diante do conhecimento, criando perspectivas inovadoras baseadas no resgate e/ou prática de pensamentos, atitudes e comportamentos valorosos e significativos  devem permear o processo educacional.

Não é justo não fazermos o possível por aqueles que, de alguma forma, se esforçam mais que os outros, e que ao longo da história, mostram que constroem um mundo melhor.

Por isso, entendemos a importância deste projeto e o significado que ele vem adquirindo na vida dos estudantes deste colégio, desacomodando-os e fazendo com que busquem, de todas as formas, ampliar seus horizontes do conhecimento para poderem fazer parte da “elite do conhecimento”, como assim carinhosamente o chamam, que é o Projeto Aluno A. Uma iniciativa que vem dando certo e a perspectiva é de ampliar ainda mais.

Renato Preissler Loureiro Chaves
Professor de Química e Física

Colégio Mãe de Deus
Porto Alegre/RS
Site: www.colegiomaededeus.com.br

Papa sobre a guerra: "É hora de parar! Parem, por favor!"

 
Após a oração mariana do Angelus, o Papa Francisco, recordando que as crianças são as maiores vítimas das guerras, lançou um veemente apelo pelo fim dos conflitos: Parem! O Pontífice reiterou o pedido para se rezar pela paz e que as negociações e o diálogo tenham precedência sobre o conflito.

O Santo Padre iniciou sua mensagem recordando que esta segunda-feira, 28, é um dia de luto, pois recorda-se o centenário do início da Primeira Guerra Mundial. O pontífice lembrou que Bento XVI definiu o conflito como “tragédia inútil”, pelas milhares de vítimas e grande destruição que provocou. Francisco pediu que se aprenda com a história para não se repetir os erros do passado.

O Oriente Médio, o Iraque e a Ucrânia, foram as três “zonas de crise” que receberam a atenção do Papa, mais uma vez, neste domingo, que reiterou o pedido de orações e a precedência do diálogo e da negociação sobre os conflitos:

“Em particular, o meu pensamento se dirige a três zonas de crise: a médio oriental, a iraquiana e a ucraniana. Vos peço para que continuem a se unir à minha oração para que o Senhor conceda às populações e às autoridades daquelas áreas a sabedoria e a força necessária para levar em frente, com determinação, o caminho da paz, enfrentando cada disputa com a firmeza do diálogo e da negociação e com a força da reconciliação. Que no centro de cada decisão não sejam colocados os interesses particulares, mas o bem comum e o respeito por cada pessoa”.

Ao recordar que tudo se perde com a guerra e nada se perde com a paz, Francisco voltou seu olhar para as crianças, as maiores vítimas inocentes dos conflitos, e faz um apelo veemente para que cessem os conflitos:

“Nunca a guerra. Penso sobretudo nas crianças, das quais se tira a esperança de uma vida digna, de um futuro: crianças mortas, crianças feridas, crianças mutiladas, crianças órfãs, crianças que têm como brinquedos resíduos bélicos, crianças que não sabem sorrir. Parem, por favor! Vos peço de todo o coração. É hora de parar! Parem, por favor!”.

Veja o vídeo:


Canção Nova

quinta-feira, 24 de julho de 2014

Pediram e alcançaram: Graças recebidas por intercessão da Bem-Aventurada Bárbara Maix


“Eu tinha 41 anos de idade e estava grávida, mais ou menos sete semanas. Desencadeou um aborto espontâneo. Permaneci em repouso conforme orientação médica. Passaram algumas semanas e foi repetida a ecografia onde observam uma única artéria umbilical. O médico explicou as possíveis complicações que o bebê poderia sofrer. Coloquei-me nas mãos de Deus, acreditando que tudo daria certo.  Rezei bastante com a minha família e soube que minha tia – Irmãs do Imaculado Coração de Maria – em Taquari/RS, também estavam rezando, pedindo a intercessão da Madre Fundadora Bárbara Maix. A gravidez aconteceu dentro do normal. Trabalhei até a última semana de gestação. Realizada a cesariana (38 semanas), a menina Julia nasceu muito bem e, exatamente no dia 27 de junho, também data do nascimento de Bárbara Maix. Os milagres existem... é só acreditar e colocar nas mãos de Deus!”

Você também precisa de uma graça?
Vamos rezar um pouco??

Oração a Bem-Aventurada Bárbara Maix

Deus, Pai de bondade e misericórdia, que escolhestes BÁRBARA MAIX para cumprir sempre e em tudo a Vossa Vontade, especialmente junto aos mais necessitados, concedei-nos, Vós que conheceis nossas esperanças e sofrimentos, a GRAÇA de que tanto precisamos... (pedido)

Pedimos também por intermédio do Imaculado Coração de Maria a CANONIZAÇÃO de Vossa fiel serva a Bem- Aventurada Bárbara Maix.

Pai Nosso, Ave Maria, Glória ao Pai.

Imaculado Coração de Maria, rogai por nós!
Bem- Aventurada Bárbara Maix, rogai por nós.


Se receber graça por intercessão da Bem-Aventurada Bárbara Maix, comunique:

Sede Geral
Rua Ramiro Barcelos, 1001
Bairro Independência
CEP: 90035-005 – Porto Alegre/RS

Graça alcançada

quarta-feira, 23 de julho de 2014

Colégio Dom Feliciano: Pastoral Escolar promoveu visita solidária ao Hospital Dom João Becker

Gravataí/RS: Em atividade marcada pela solidariedade e apoio aos enfermos, um grupo de alunas do Colégio Dom Feliciano participou de  vista ao Hospital Dom João Becker. A atividade acontece dentro do projeto “Cidadania e Solidariedade”, promovida pela Pastoral Escolar e visa estimular o exercício da solidariedade no cotidiano da vida.

A experiência da visita marcou  o dia das alunas. Reforçando a  mensagem de que pequenos 'gestos promovem grandes transformações', o mundo pode ser marcado pelo bem!
As alunas Vithória Monteiro e Hêmily Alvez Ruiz  escreveram depoimentos sobre a experiência viva. Confira:

Visita ao Hospital Dom João Becker

Grupo Espontâneo da Pastoral Escolar - Colégio Dom Feliciano
Projeto: "Cidadania e Solidariedade"


Hêmily Alvez Ruiz:

Solidariedade, para alguns, é algo desconhecido. Outros sentem falta dela, e tem aqueles que a praticam levando a felicidade para quem precisa com  a realização de simples atos, simples elogios.
Ser solidário, com certeza, não é preparar algo grandioso para agradar aos outros. Ser solidário é, simplesmente, separar um tempo para ajudar aqueles que mais precisam. Se não houver espaço sobrando em sua agenda, comece fazendo coisas "insignificantes" para você que poderá mudar o dia do outro como, por exemplo, ajudar alguém a colocar suas compras no caixa do supermercado. Simples, não é!? Sim, porém faz grande diferença.
Hoje (dia 15/07) tive oportunidade de ter mais conhecimento e de praticar a solidariedade. Juntamente com o grupo Espontâneo da Pastoral Escolar, fomos ao Hospital Dom João Becker, sendo recepcionados pela psicóloga Aline Barth - Obrigada pela recepção!
Uma tarde onde aprendi muito, descobrindo coisas inexistentes para mim, sendo uma realidade para outros. Tivemos como alegrar o dia das pessoas com simples reflexões e com a nossa companhia. Um dia como este nunca será esquecido por mim. Eu acho que solidariedade é tudo que citei e mais um pouco. Mas, para você o que é solidariedade? E o que é ser solidário?
Assim deixo está reflexão!


Vithória Monteiro:

Cada um aprende com os momentos que vive, com as pessoas que convivem, com a sua história de vida... Qual a sua missão enquanto ser humano? Cada vez mais eu venho percebendo que a minha missão é muito grande, a escolha profissional que eu penso para quando concluir o Ensino Médio  se torna concreta a cada dia   e me mostra que, sim, fiz a escolha certa. Hoje a tarde, fizemos uma visita juntamente com o Grupo Espontâneo da Pastoral Escolar, acompanhados da coordenadora, Irmã Claire,  ao Hospital Dom João Becker. Fomos muito bem recepcionado pela psicóloga Aline Barth. A mesma nos mostrou como funciona o hospital, qual as alas, procedimentos, cuidados que hospital possui ao atender a comunidade.

Podemos perceber o quanto um simples gesto de carinho significa para quem o recebe. Foi emocionante e cativante ver as pessoas se sentirem feliz, mesmo sendo pela manifestação mais tímida e quieta que tiveram. O quanto importante é saber que alguém precisa de ti, da tua atenção da tua dedicação a ela. Posso sim afirmar: mais uma bela experiência de vida, que me deixa realizada por ver o sorriso no rosto de cada um.  Para tudo que eu faço hoje, eu sei que um dia alguém vai agradecer por isso. Me sinto feliz por saber que estou fazendo a diferença na vida de alguém. Gostaria de agradecer a companhia de todas as meninas que formam participaram, a nossa coordenadora, a Diretora do Colégio Dom Feliciano, Irmã Jane, a escola que mais uma vez proporcionou a nós, alunos, um momento de consciência, reflexão, humanização e carinho para ver o quanto nós, jovens, podemos fazer e deixar o nosso mundo melhor. Agradeço a psicóloga Aline que teve um enorme carinho e paciência por nos  acompanhar também .

A solidariedade: "É uma palavra freqüentemente esquecida ou silenciada porque incomoda. Quase parece um palavrão: solidariedade",disse Papa Francisco em discurso. E deixo no ar a pergunta: o que para você é solidariedade? E o que ser solidário?
Mas uma experiência de vida que guardarei para sempre na minha memória.

 
 
 
 

Saiba Mais:

Colégio Dom Feliciano
Gravataí – RS
Site: www.colegiodomfeliciano.com.br

Novo vídeo: “O chamado de Jesus”


Tem novidade na Tv Bárbara Maix, o canal de vídeos da Congregação no YouTube. O vídeo vocacional “O chamado de Jesus” é a nova publicação.

O vídeo, produzido pela Irmã Karine Bittencourt, traz imagens do filme “Jesus de Nazaré”, especificamente do encontro de Jesus e o jovem rico: vender tudo, doar aos pobres e seguir o bom Mestre.

Na descrição do vídeo está a reflexão deste  novo material: “Você tem se questionado sobre o que é essencial na vida? Ouve uma voz que pergunta o que você quer deixar para o mundo, para a vida, para as pessoas? Preste atenção! Jesus está chamando você!”.

Assista:

 

segunda-feira, 21 de julho de 2014

Ex-alunas visitam o Colégio Madre Bárbara

Lajeado - RS: A manhã dessa sexta-feira (18) foi de alegria no Colégio Madre Bárbara. A escola recebeu a visita de 13 ex-alunas, formandas de 1968. Elas cantaram o hino e passearam nos corredores e setores, relembrando as trajetórias dentro da instituição. O encontro das amigas ficou registrado como um momento de emoção, em que reviveram uma fase de aprendizado muito alegre em suas vidas.


Saiba Mais:

Colégio Madre Bárbara
Lajeado - RS
Site: www.madrebarbara.com.br

Papa Francisco durante o Angelus: "a violência vence-se com a paz!"


Aos milhares de fiéis reunidos na Praça de S. Pedro para a oração mariana do Angelus o Papa, na sua reflexão neste XVI Domingo do Tempo comum, falou da parábola da boa semente e do joio, uma parábola que enfrenta o problema do mal no mundo pondo em evidência a paciência de Deus. A cena – explicou o Papa – tem lugar num campo onde o proprietário semeia o trigo mas numa noite chega o inimigo e semeia a cizânia. Os servos queriam arrancar imediatamente a erva daninha mas o proprietário disse que não, para que não suceda que, arrancado o joio se arranque também o trigo. E sobre o significado da parábola disse o Papa:

O ensino da parábola é duplo. Antes de tudo, ela nos diz que o mal que existe no mundo não vem de Deus, mas do inimigo, o Maligno. Este inimigo é astuto: semeou o mal no meio do bem, de modo que é impossível para nós homens separá-los claramente; mas Deus, no fim dos tempos, poderá fazê-lo.

O segundo tema, continuou o Papa é o da contraposição entre a impaciência dos servos e a espera paciente do proprietário do campo, que representa Deus. Nós por vezes temos pressa de julgar, classificar, colocar aqui os bons e para lá os maus …

Mas Deus sabe esperar. Ele olha para o "campo" da vida de cada pessoa com paciência e misericórdia: ele vê muito melhor do que nós a sujeira e o mal, mas também vê os germes do bem e espera com confiança que amadureçam. Deus é paciente, sabe esperar.

Para o Papa Francisco a atitude do proprietário é a da esperança fundada na certeza de que o mal não tem nem a primeira nem a última palavra. E é graças a esta esperança paciente de Deus que a própria cizânia se pode tornar, ao fim, bom trigo. Mas também advertiu:

Mas cuidado: A paciência evangélica não é indiferença ao mal; não se pode fazer confusão entre o bem e o mal! Diante da cizânia presentes no mundo, o discípulo do Senhor é chamado a imitar a paciência de Deus, e a alimentar a esperança com o apoio de uma fé inabalável na vitória final do bem, que é Deus.

No dia da colheita final, disse ainda o Papa, o juiz será Jesus, aquele que semeou a boa semente e se tornou ele mesmo o "grão de trigo", que morreu e ressuscitou. E nós todos seremos julgados com a mesma medida com a qual teremos julgado os outros. E o Papa terminou invocando a Virgem Maria para que nos ajude a crescer na paciência, esperança e misericórdia.

Depois do Angelus o Papa manifestou uma vez mais profunda preocupação pela situação dos cristãos no Iraque e Médio Oriente em geral:

Soube com preocupação as notícias que chegam das comunidades cristãs em Mosul (Iraque) e outras partes do Médio Oriente, onde eles viveram desde o início do cristianismo, com os seus concidadãos, oferecendo um significativo contributo ao bem da sociedade. Hoje são perseguidos, os nossos irmãos, são mandados embora, devem deixar as suas casas sem ter a possibilidade de levar nada consigo. Asseguro a estas famílias e a estas pessoas a minha proximidade e a minha constante oração. Caríssimos irmãos e irmãs, tão perseguidos, eu sei quanto sofreis, eu sei que sois despidos de tudo, , estou convosco na fé naquele que venceu o mal. E a vós aqui na Praça, e a todos os que nos seguem … convido-vos a recordá-los na oração. Vos exorto também a perseverar na oração pelas situações de tensão e conflito que persistem em diversas partes do mundo, especialmente no Médio Oriente e na Ucrânia. Que o Deus da paz inspire em todos um autêntico desejo de diálogo e reconciliação. A violência não se vence com a violência. A violência vence-se com a paz!

E por último o Papa saudou cordialmente a todos os peregrinos, vindos da Itália e de outros Países, tendo desejando a todos bom domingo e bom almoço.

Rádio Vaticano

Dia do amigo/a e da amizade!

Ainda em tempo, nosso desejo de Feliz Dia Internacional do Amigo e da Amizade
“Amigo fiel é poderosa proteção: 
quem o encontrou, 
encontrou um tesouro” 
(Eclo 6, 14)

sexta-feira, 18 de julho de 2014

Alunos se formam no PROERD

A noite dessa quarta-feira (16) foi de solenidade no miniauditório do Colégio Madre Bárbara. Os 47 alunos do 5º ano do Ensino Fundamental que participaram dos 10 encontros do Programa Educacional de Resistência às Drogas (PROERD) receberam o diploma na cerimônia de formatura. No evento, os alunos Diego Arend, da turma 51 e Isadora Girardi, da turma 52, foram selecionados com a melhor redação sobre o aprendizado com o programa.

O soldado Roseli Etzberge, afirma que o programa foi muito proveitoso para as turmas. “Abordei a tomada de decisões seguras e sábias, as maneiras de dizer não às drogas, trabalhamos o bullying, amizade, cidadania, entre outros assuntos.”

 Segundo o Capitão Fabiano Dorneles, 10 escolas de Lajeado estão participando do programa. No 2º semestre, as demais escolas do município irão participar. “No PROERD, nossos policiais buscam qualificação para se tornarem mais experientes neste enfoque. Eles não querem apenas ensinar a dizerem não às drogas, mas a tomarem decisões sadias.”

O Capitão destaca que na vida eles precisarão tomar decisões, por isso terão de observar as opções e decidirem, avaliando se irão ganhar ou perder com ela. “As turmas formadas agora fazem parte do exército do bem, onde terão que fazer boas ações e ajudar o próximo.”

Programa auxilia nas escolhas
A aluna da turma 52, Paula Bergmann (10), acredita que ter participado do programa foi  importante, pois aprendeu que as drogas, o cigarro e a bebida fazem mal para o corpo e mente. “As aulas foram legais e com certeza irei levar para toda minha vida.”

Para a professora, Andréa Werner, o PROERD é ótimo, pois faz os alunos conviverem com a realidade, mostrando de fato a drogadição e a violência, alertando-os para outras questões como o bullying. “Foi válido e significativo, tenho certeza que contribuiu muito para a vida deles. As aulas foram muito dinâmicas dentro de um programa bem elaborado.”
 
A mãe de aluna Maria Rosa, Rosângele Mezacasa também é professora e conhece bem o programa. “Na escola em que trabalho também tem alunos que participam do PROERD e percebo que quem realiza sai com a ideia bem formada de prevenção às drogas, bons hábitos e valores que devem ter.” Rosângele percebeu que sua filha adquiriu conhecimentos, levando adiante o que aprendeu no programa.

quarta-feira, 16 de julho de 2014

Diretora Geral da Congregação pede oração pelos Capítulos Geral e Provinciais

 
A Congregação das Irmãs do Imaculado Coração de Maria (ICM), vive a graça do Ano Capitular. Este espaço de tempo, iniciado em novembro de 2013, prepara toda a família ICM para o XIX Capítulo Geral Ordinário e para os Capítulos  Provinciais de fundação de duas novas províncias. O objetivo é revitalizar a missão realizada pelas Irmãs, nos oito países onde estão presentes. Eventos históricos, os Capítulos são realizados no segundo semestre de 2014, no Brasil.

Em carta à comunidade eclesial (confira a íntegra abaixo), a Diretora Geral da Congregação das Irmãs do Imaculado Coração de Maria, Irmã Marlise Hendges, informa sobre a preparação dos Capítulos e pede orações em prol destes acontecimentos significativos para a vida congregacional.

Unamo-nos em oração pela Congregação!

CONFIRA A ÍNTEGRA DA CARTA:

Louvados sejam os Santíssimos Corações de Jesus e de Maria!

Nós, Irmãs do Imaculado Coração de Maria, estamos vivendo um tempo de Graça e de desafios.  Numa atitude de escuta atenta aos apelos do Espírito de Deus, que se manifesta no silêncio do coração, na Leitura Orante da Sua Palavra e nos gemidos do povo que clama por vida digna, estamos preparando o XIX Capítulo Geral Ordinário e os Capítulos Provinciais de fundação de duas novas Províncias.

Com o Tema: “Irmãs do ICM, em comunidades solidárias, enviadas a testemunhar a justiça e a profecia do Reino de Deus”, e o Lema: “Avancem para a outra margem” (cf. Mt 8, 18),  pretendemos nos aproximar mais da utopia do Reino, revisitando o Carisma Fundacional e assumindo o Projeto de Vida Religiosa Consagrada proposto por Bárbara Maix, Fundadora da Congregação, com renovado ardor evangélico.

O Capítulo Geral será realizado no período de 03 a 13 de novembro de 2014, em Vale Vêneto, município de São João do Polêsine – RS.

No intuito de revitalizar a missão, realizamos uma ampla Reconfiguração Congregacional, no sentido de suprimir as cinco Províncias atuais e criar duas novas. Após longo processo de reflexão, decidimos fundar a Província Maria, Mãe de Deus, com sede em Caxias do Sul – RS, e a Província Nossa Senhora de Guadalupe, com sede na cidade de São Paulo – SP. Acima de tudo, desejamos reconfigurar o discipulado a Jesus Cristo, a vida em comunidades solidárias e a missão que o Senhor nos confia.

O Capítulo da Província Maria, Mãe de Deus, terá lugar no CECREI, em São Leopoldo – RS, na data de 24 a 29 de novembro, e o da Província Nossa Senhora de Guadalupe se dará em Natal – RN, nos dias 01 a 06 de dezembro de 2014. Ambos serão norteados pelo mesmo Tema e Lema do Capítulo Geral.

Num clima de fé, e pertença à mesma causa do Evangelho de Jesus Cristo, partilhamos esse acontecimento eclesial, de interesse de toda a Comunidade Cristã, na certeza de poder contar com a comunhão e as preciosas e indispensáveis preces de todos/as.

Antecipadamente agradecemos as orações e a unidade com as Irmãs da Congregação do Imaculado Coração de Maria, neste momento importante da história congregacional. 

Que o Senhor da vida os/as abençoe com as bênçãos da saúde, da alegria e da fidelidade, por intercessão do Imaculado Coração de Maria e da Bem-Aventurada Bárbara Maix.

Em Cristo Jesus, grande abraço 

Irmã Marlise Hendges
Diretora Geral

segunda-feira, 14 de julho de 2014

Francisco: Também nós somos semeadores. Com nossas palavras, podemos curar ou ferir

 
O Papa Francisco dedicou sua alocução que precede o Angelus dominical à parábola do semeador, conforme propõe o Evangelho deste domingo (Mt 13,1-23).

De um barco no lago da Galileia, Jesus fala à multidão através de parábolas, sendo a primeira delas a do semeador.

O verdadeiro protagonista é justamente a semente, explicou o Pontífice, que produz mais ou menos fruto de acordo com a terra sobre a qual caiu. Os primeiros três terrenos são improdutivos: à beira do caminho, os pássaros comem a semente; no terreno pedregoso, as mudas secam imediatamente porque não têm raízes; em meio aos arbustos, a semente é sufocada pelos espinhos. A quarta terra é a boa, e somente ali a semente produz fruto.

A semente que caiu na estrada indica os que ouvem o anúncio do Reino de Deus, mas não o acolhem; a segunda, sobre as pedras, representa as pessoas que ouvem a palavra de Deus e a acolhem imediatamente, mas superficialmente, porque não têm raízes e são inconstantes.

O terceiro caso é o da semente caída entre os espinhos: Jesus explica que se refere às pessoas que ouvem a palavra mas, por causa das preocupações mundanas e da sedução da riqueza, permanece sufocada. Por fim, a semente que caiu em terra fértil representa os que ouvem a palavra, a acolhem, a protegem e a entendem, e esta produz fruto. "O modelo perfeito desta terra boa é a Virgem Maria", disse Francisco.

Esta parábola fala hoje a cada um de nós, como falava aos que ouviam Jesus dois mil anos atrás. Nos recorda que nós somos o terreno onde o Senhor lança incansavelmente a semente da sua Palavra e do seu amor.

Todavia, com que disposição a acolhemos?, questiona o Papa. A qual terra se parece: com a beira do caminho, com um pedregulho ou um arbusto?

Depende de nós nos tornar terra boa sem espinhos nem pedras, mas arado e cultivado com carinho, para que possa produzir bons frutos para nós e para nossos irmãos.

Para Francisco, nos fará pensar que também nós somos semeadores e devemos nos perguntar que tipo de semente sai do nosso coração e da nossa boca.

As nossas palavras podem fazer tão bem, mas também tão mal! Podem curar e podem ferir; podem encorajar e podem deprimir. Lembrem-se que o que não é o que entra, mas o que sai da boca e do coração. Que Nossa Senhora nos ensine, com o seu exemplo, a acolher a Palavra, protegê-la e fazê-la fecundar em nós e nos outros.

Rádio Vaticano

sexta-feira, 11 de julho de 2014

Presença ICM em Moçambique


"Nada melhor do que poder sentar com os irmãos, partilhar com eles a vida, as preocupações e, juntos, podermos encontrar ideias para melhorar aquilo que ainda não está bem e o que temos condições de melhorar! Deus nos dá as graças, nós precisamos trabalhar para que aconteça aquilo que almejamos!"

Ir. Judith Hanauer

terça-feira, 8 de julho de 2014

Papa às vítimas de abusos: "Peço-lhes perdão, nenhuma tolerância para este crime"

O Papa presidiu esta segunda-feira, 07, uma missa com a presença de um grupo de vítimas de abusos sexuais perpetrados por membros do clero quando estas eram crianças ou adolescentes.

A celebração decorreu, como habitualmente, no início da manhã, na residência de Francisco, Casa Santa Marta, e o grupo era composto por 6 pessoas da Alemanha, Inglaterra e Irlanda. Após a missa, elas tiveram um encontro a portas fechadas com o Papa.

O Papa frisou, em sua homilia, que "o coração da Igreja olha para os olhos de Jesus nas crianças abusadas e chora pelos seus filhos que traíram a sua missão e abusaram de inocentes".
"Esta é a minha angústia e dor pelo fato de alguns sacerdotes e bispos terem violado a inocência dos menores e a sua própria vocação sacerdotal ao abusarem sexualmente deles. É mais do que atos deploráveis. É como um culto sacrílego porque esses meninos e meninas foram confiados ao carisma sacerdotal para serem conduzidos a Deus, e eles os sacrificaram ao ídolo de sua concupiscência. Profanam a imagem de Deus à qual fomos criados."

O Santo Padre destacou que esses atos execráveis de abusos perpetrados contra menores deixaram nas vítimas cicatrizes por toda a sua vida. "Eu sei que essas feridas são uma fonte profunda e muitas vezes de implacável pena emotiva e espiritual, e também de desespero. Alguns sofreram com a tragédia do suicídio de uma pessoa querida. A morte desses amados filhos de Deus pesa no coração de toda a Igreja", disse ainda o pontífice.

"A presença de vocês aqui fala sobre o milagre da esperança que prevalece contra a escuridão mais profunda. Sem dúvida, é um sinal da misericórdia de Deus que hoje temos a oportunidade de nos encontrar, adorar a Deus, olharmos nos olhos e buscar a graça da reconciliação. Diante de Deus e ao seu povo manifesto minha dor pelos pecados e crimes graves de abusos sexuais perpetrados por membros do clero contra vocês. Humildemente peço-lhes perdão."

O Santo Padre pediu também perdão pelos pecados de omissão dos líderes da Igreja que não responderam adequadamente as denúncias de abusos apresentadas pelos familiares e por aqueles que foram vítimas de abuso. "Isso causou ainda mais sofrimento aos que foram abusados e colocou em perigo outros menores que se encontravam em situação de risco", frisou o Papa que acrescentou:

"Não existe lugar no ministério da Igreja para aqueles que cometem esses abusos. Comprometo-me a não tolerar o dano causado a um menor perpetrado por qualquer pessoa, independentemente de seu estado clerical. Todo bispo deve exercer seu serviço de pastor com diligência a fim de salvaguardar a proteção dos menores e prestarão conta dessa responsabilidade."

Francisco concluiu sua homilia, afirmando que "devemos fazer de tudo para que tais pecados não mais se repitam na Igreja".

Na viagem de volta da peregrinação à Terra Santa, no dia 26 de maio, o Papa havia antecipado a sua intenção. Falando à imprensa, disse que “a Igreja Católica vai manter uma política de ‘tolerância zero’ em relação a casos de abusos. “Neste momento, há três bispos sob investigação e um já foi condenado, faltando apenas avaliar a pena a ser aplicada. Não haverá privilégios”, declarou.

Participou da Missa o Cardeal Sean O'Malley, arcebispo de Boston e coordenador da comissão instituída por Francisco para a tutela dos menores. Dom O’Malley é também membro do conselho consultivo dos cardeais, C9, criado pelo Papa para ajudá-lo na administração e reforma da Cúria Romana.

Fazem parte da Comissão Pontifícia para a Tutela dos Menores a francesa Catherine Bonnet, estudiosa de psicologia e psiquiatria; a irlandesa Marie Collins, representante das vítimas de abusos; a inglesa Sheila Hollins, docente de psiquiatria; o jurista italiano Claudio Papale; a ex-primeira ministra polonesa Hanna Suchocka; o jesuíta alemão Hans Zollner, decano da Faculdade de Psicologia da Universidade Gregoriana; e o jesuíta argentino Humberto Miguel Yanez, diretor do departamento de Teologia Moral da Gregoriana e ex-docente no Seminário São Miguel de Buenos Aires.

A ‘linha dura’ da Santa Sé em relação aos casos de pedofilia na Igreja registoru um resultado importante nos últimos dias, com a redução ao estado laical do arcebispo polonês Dom Jozef Wesolowski, ex-núncio em Santo Domingo, processado canonicamente por abusos contra menores. Uma vez que sua expulsão do clero será ratificada com a sentença definitiva, ele será também processado penalmente no Vaticano. Medidas como esta demonstram que na era Bergoglio não há espaço para a impunidade.

Bento XVI, em 17 de abril de 2008, foi o primeiro Papa a encontrar um grupo de vítimas de padres pedófilos, na Nunciatura de Washington, durante visita aos EUA. O Papa Ratzinger teve ainda outros encontros na Austrália, Malta, Reino Unido e Alemanha. (CM/MJ)

Rádio Vaticano

Twitte do Papa Francisco


segunda-feira, 7 de julho de 2014

Apresentadas logo e oração da JMJ Cracóvia 2016

Na quinta-feira, 3/07, o Arcebispo de Cracóvia, Cardeal Stanislaw Dziwisz, apresentou a logo oficial e a oração da 31ª Jornada Mundial da Juventude. A imagem combina três elementos: o lugar, os personagens e o tema do encontro. A JMJ será realizada em Cracóvia, de 26 a 31 de julho de 2016, e será precedida de programações nas dioceses em toda a Polônia.

No centro do desenho há uma cruz, simbolizando Cristo como a essência das Jornadas Mundiais da Juventude. O círculo amarelo representa a localização de Cracóvia e simboliza os jovens. Da cruz vem a centelha da Divina Misericórdia, forma e cor, referindo-se à imagem de Jesus: “Eu confio em vós”. A logo é uma ilustração das palavras “Bem-aventurados os misericordiosos, porque eles alcançarão misericórdia” (Mateus 5,7), escolhidas como tema da JMJ. O contorno vermelho remete ao mapa da Polônia. As cores usadas na logo – azul, vermelho e amarelo – referem-se também às cores oficiais de Cracóvia e seu brasão de armas.
 
A autora é a designer gráfica Monika Rybczyńska, de 28 anos, da cidade de Ostrzeszów. Monika criou a logo como forma de agradecimento pela intercessão do Espírito Santo em sua vida, após a canonização de João Paulo II. A coautora é Emilia Pyza, vinda de Garwolina. Ela tem 26 anos e é especialista em design gráfico e publicação de livros.

Na conferência, também foi apresentada a oração oficial do evento em Cracóvia. Consiste em três partes. A primeira é a entrega de toda a humanidade, especialmente os jovens, à Divina Misericórdia. A segunda parte é um apelo pela graça de ser misericordioso. A terceira parte é dedicada à intercessão de Nossa Senhora e de São João Paulo II, o patrono do encontro. Confira:

“Deus, Pai misericordioso que revelastes o Vosso amor no Vosso Filho Jesus Cristo e o derramastes sobre nós no Espírito Santo Consolador, confiamos a Vós hoje o destino do mundo e de cada homem.”* Pai Celestial, concedei que possamos dar testemunho de Vossa misericórdia. Ensina-nos a transmitir a fé aos que estão em dúvida, a esperança aos que estão desanimados, o amor aos que se sentem indiferentes, o perdão aos que erraram e a alegria aos que estão descontentes. Permiti que a centelha do Vosso amor misericordioso acesa em nós torne-se fogo que transforma corações e renova a face da terra.

Maria, Mãe de misericórdia, rogai por nós. São João Paulo II, rogai por nós.

Fonte: Site oficial www.krakow2016.com

Coração Imaculado de Maria


“Vinde a mim”! Convite de Jesus é atual, explica o Papa

No Angelus deste domingo, 6, o Papa Francisco refletiu sobre o convite de Jesus no Evangelho de hoje: “Vinde a mim, todos vós que estais cansados e fatigados sob o peso dos vossos fardos, e eu vos darei descanso” (Mt 11,28).

O Santo Padre recordou que esta mensagem de Jesus era essencialmente dirigida à todas as pessoas que Jesus encontrava diariamente pelas estradas da Galileia. “Tanta gente simples, pobres, doentes, pecadores, marginalizados… Essas pessoas procuraram sempre Jesus para ouvir Sua Palavra. Uma Palavra que dava esperança… e também para tocar até mesmo a orla do seu manto”, disse o Papa.

Mas, segundo o Pontífice, o próprio Jesus procurava essas pessoas, multidões cansadas que vagueavam cotidianamente como “ovelhas sem pastor”, para lhes anunciar o Reino de Deus e curar muitos no corpo e no espírito.

“Vinde a mim”. Esse convite de Jesus, explica Francisco, se estende até os dias atuais, para chegar a muitos que estão oprimidos sob o peso das condições de vida precárias, pelas situações existenciais difíceis e, às vezes, privadas de autênticos pontos de referência.

“À cada um desses filhos do Pai, que está nos Céus, Jesus diz: ‘Vinde a mim, todos vós’”, afirma o Papa, e explica que o Senhor promete dar-lhes refúgio, mas também faz um pedido que é, ao mesmo tempo, é como um mandamento: “Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de Mim que sou manso e humilde de coração” .

De fato, destaca o Pontífice, depois de ter recebido o descanso e o conforto de Jesus, os cristãos são chamados, por sua vez, a tornarem-se também descanso e conforto para os irmãos, com mansidão e humildade, à imitação do Mestre.

“A mansidão e a humildade de coração, não só nos ajudam a tirar o peso do outro, mas não sobrecarregá-los com nossos preconceitos, julgamentos, nossas críticas ou a nossa indiferênça”, enfatizou.

O Papa Francisco concluiu o Angelus pedindo à intercessão da Virgem Maria, que acolhe todos os aflitos e desamparados, para que, através de uma fé testemunhada com a vida, os cristãos possam ser alívio aos que precisam de ajuda, carinho e esperança.

E, mais uma vez, o Santo Padre pediu aos presentes que continuem a rezar por ele.

Canção Nova

sexta-feira, 4 de julho de 2014

Nordeste: Grupos leigos celebraram a Festa do Imaculado Coração de Maria



No Nordeste brasileiro, os grupos de leigos e leigas ICM celebraram as festividades  do aniversário de 196 anos de Bárbara Maix, recordado no dia 27 de junho, e o Dia do Imaculado Coração de Maria, no sábado, dia 28 de junho. Dois dos grupos enviaram relatos de como vivenciaram este dia em comunidade.

Em João Câmara, no Rio Grande do Norte, o grupo reuniu-se com as Irmãs para um retiro espiritual. Refletindo a palavra de Deus e a mística vivida por Bárbara Maix, ancorado no Imaculado Coração de Maria, o grupo realizou momentos de reflexão pessoal ou em grupo marcaram este encontro. Na mesma oportunidade, o grupo rezou e fez o envio de seus representantes para o encontro regional dos leigos/as ICM que será realizado em Teresina, capital do Piauí.

Já em Teresina, Irmãs e leigos/as estiveram reunidos em confraternização na Sede Provincial Cristo Libertador. Um momento de mística recordou a motivação do grupo que se reúne com freqüência para partilhar o sentimento de pertença congregacional. Mais do que a vivência do carisma, o grupo motiva-se a viver os ensinamentos deixados por Bárbara Maix na inserção comunitárias, atuando nas diversas pastorais e movimentos. Um gostoso café da  manhã confraternizou os participantes do encontro.


SAIBA MAIS:

Província de Teresina sob a Proteção de Cristo Libertador
Piauí, Maranhão, Bahia, Rio Grande do Norte, Ceará, Paraíba e Tocantins

Equipe finaliza a preparação da Agenda ICM 2015

Já está em fase de finalização a produção da Agenda ICM 2015. A cada ano, mais de 30 mil exemplares são impressos e distribuídos nas escolas, obras sociais, espaços de missão ou aos simpatizantes da Congregação.

Nesta quinta-feira, dia 03 de julho, a equipe responsável pela produção da agenda se reuniu no Instituto Imaculado Coração de Maria, em Porto Alegre. As Irmãs analisam as citações de frases destinadas a cada dia, bem como a indicação da leitura bíblica do dia; as sugestões de orações e os cantos que também compõem a publicação.

Construída de forma intersetorial, a Agenda ICM recebe sugestão dos setores de educação, formação, pastoral e ação social. A exemplo das edições anteriores, o tema da Agenda será a Campanha Fraternidade que, na edição 2015, terá como tema “Fraternidade: Igreja e Sociedade” e lema “Eu vim para servir” (cf. Mc 10,45).

Já são mais de 30 anos de existência. Mais do que um instrumento de organização do dia a dia, a Agenda ICM é um instrumento de formação e divulgação de toda a família ICM: a Congregação, escolas, obras sociais, pensionatos, projetos sociais e projetos missionários.


Seguir Jesus


quarta-feira, 2 de julho de 2014

Projeto Social realizou a “I Copa Mãos Solidárias – jogando pela vida”

O Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos do projeto Mãos Solidárias, em Caxias do Sul promoveu na manha do dia 28 de junho – Festa do Imaculado Coração de Maria – a I COPA MÃOS SOLIDÁRIAS – JOGANDO PELA VIDA com a participação das crianças, adolescentes e educadores que frequentam o projeto.

Além da integração e o convívio através do esporte, o evento teve por objetivo principal conscientizar sobre a importância da vida humana, os perigos do tráfico de pessoas e a exploração humana que causam verdadeiras tragédias na vida das pessoas vitimadas. Todos e todas que participaram apoiam esta campanha e procuram no dia a dia multiplicar essa luta em defesa e promoção da vida.

Quem joga a favor da vida é sempre vencedor! Esta e a nossa motivação.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

O projeto Mãos Solidárias é mantido pela Congregação das Irmãs do Imaculado Coração de Maria.

É copa do mundo no Brasil! Colégio Mãe de Deus veste-se de verde e amarelo!

Porto Alegre/RS -  Alunos do Colégio Mãe de Deus vestem-se de verde e amarelo para formarem uma corrente de energias positivas para o bom êxito da Copa do Mundo e para os jogadores da seleção Brasileira.

A intenção é de nos unirmos nesta Copa do Mundo, torcendo, vibrando, celebrando a vida na união dos povos, para pedir a Deus que se estabeleça uma cultura de paz, de solidariedade e de respeito a vida e a dignidade humana. Em todas as séries, sob diferentes aspectos, e de acordo com a faixa etária dos educandos, foi estudado o fenômeno Copa do Mundo no Brasil e suas implicações, sem deixar curtir o grande evento. 

 
 
 
 
 
 

Saiba Mais

Colégio Mãe de Deus
Porto Alegre - RS